Mixtape.
Aliquam lorem ante, dapibus in, viverra quis, feugiat a, tellus. Phasellus viverra nulla ut metus varius laoreet quisque rutrum.

Instagram

Levels Sunset/Destaques /5 faixas que marcaram o aniversário de 5 anos da Levels

Blog

matthias 5 anos

5 faixas que marcaram o aniversário de 5 anos da Levels

É, lá se foram 5 anos, dá pra acreditar? Parece que foi ontem que estávamos naquela correria e loucura para organizar nossa primeira festa! E agora, 5 anos após o primeiro evento, cá estamos, comemorando nossas conquistas com a felicidade estampada no rosto e um nó na garganta. Sim, é difícil conter a emoção porque sabemos o quanto batalhamos para oferecer a cada um de vocês uma festa incrível que seja positiva em todos os quesitos. 

A última edição foi simplesmente surreal, para não dizer indescritível. Superou todas as nossas expectativas. Montamos a maior estrutura de nossa história — digna de festival europeu —, contamos com uma iluminação e soundsystem de ponta, lineup super especial e, claro, mais uma vez recebemos milhares de pessoas lindas para celebrar nosso aniversário com muita música boa e tornar a data ainda mais especial. Só temos a agradecer a cada um que compareceu. É clichê, mas vocês fazem parte dessa história com a gente.

Agora, o nosso presente pós Levels 5 anos é um retrospecto com algumas músicas que deram um tom ainda mais bonito para a festa, de Barbara Boeing a Matthias Meyer, todos os DJs presentes mandaram muito bem. Dê o play e reviva com a gente:

Bárbara boeing: Capricorn – 20 Hz

Barbara não demorou muito para criar uma conexão bem próxima com a pista e mostrar porque é tão querida pelos fãs. Entre algumas faixas que nos marcaram, essa mostra bem sua pesquisa diferenciada, leva um sample de bateria de samba, carrega as raízes brasileiras e reflete muito bem o que foi seu set, uma ótima maneira de começar a festa.

Floyd Lavine (closing set): DJ Mujava – Township Funk (Crazy P Remix 2010)

A parte final de um set é sempre muito especial, e Floyd Lavine escolheu muito bem a última track antes de deixar os decks. Depois de uma apresentação com a energia lá em cima, o sul-africano encerrou seu set com uma faixa melódica, um clássico lançado em 2010. Foi o suficiente para levar a galera a loucura.

Matthias Meyer (opening set): Moullinex – Time and Tide

Quem chegou na Levels com a expectativa lá em cima para ver Matthias Meyer com certeza não se arrependeu. Logo de cara, Meyer já ganhou a pista com uma sonzeira e deixou bem claro o que viria pela frente.

Matthias Meyer: Mark Evemport – Jusak

Matthias sentiu o feeling da pista desde o início e soube escolher muito bem as tracks para construir seu set. Profundas, tribais, emocionantes, sempre com bastante groove e colocando a pista em movimento, Matthias conseguiu narrar muito bem a história que propôs até chegar ao momento final.

Matthias Meyer: Maceo Plex, Odd Parents – Learn To Fly (Maceo’s Flight Home)

Foi assim, com um clássico de Maceo Plex, que a pista se despediu do alemão. Mais uma apresentação para ficar na sua e em nossa história, não vamos esquecer tão cedo das horas que passamos dançando com este super artista.

Written By: Levels Sunset

No Comments

Leave a Reply